quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Adaptação

Bom, na verdade não sei se passei realmente por um processo de ''adaptação'' por lá..
Como eu já disse minha host family fez eu me sentir como se eu tivesse realmente chegando em casa..
Mas o primeiro mês foi um pouco engraçado ahhahaha
Logo na primeira semana eu resolvi ir sozinha de ônibus no shopping que fica mais ou menos uns 7 minutos da minha casa encontrar um dos brasileiros que estavam comigo no aeroporto..
A ida foi um sucesso!! A volta também.. SÓ QUE NÃO! ahahaha
Minha irmã me ensinou as rotas dos ônibus, eu podia pegar o 92, 90, 87 e 47..  Mas os únicos que paravam na minha rua era o 90 e o 92.. Dai foquei neles, claro!! Sendo que aquela hora não tinha mais o 90 e faltavam 2hrs pro 92 passar no ponto onde eu estava..
Se não tivesse um frio de -27 com sensação de -39 eu ficaria mais tranquila, massssssss, o frio tava de doer no dia!
Tentei voltar pro shopping, mas tava fechado.. Fui no subway comer, mas meu cartão não passava e eu não tinha mais cash e não pude ficar la dentro porque estava fechando!
O jeito era ficar no ponto de ônibus que tinha aquecedor, mas com o frio nem isso adiantou muito..
Fiquei uns 20 minutos e meu cabelo ja tava congelando e minhas mãos e orelhas também ahaha
Dai passou o 47 e eu peguei (mesmo sem saber onde eu tinha que parar..)!
Passou quase 30 minutos e eu ainda tava no onibus.. claro que eu estaria perdida!!!
Não tinha o numero de casa nem celular, nem dinheiro pra pagar mais uma passagem e não sabia falar inglês.. O jeito era surtar kk
Mas fiquei quieta pensando no que fazer e naquele silencio escutei um sotaque muito forte.. quando olho pra trás finaaaaalmente eu encontrei a solução.. uma brasileiraaaaaaaaaa!! que alívio, ahaha
Ela também estava no aeroporto comigo e foi a primeira vez que nos vimos depois disso..
Fui pra casa dela e a mãe dela supeeer fofa pegou uma lista que nosso programa da pra todas as familia, nela tem o nome de todos os intercambistas e seus familiares..
Tudo certo.. Minha host mom me pegou lá e fomos pra casa!!
Pensei que fosse tomar um esporro gigante, mas não.. Eles foram muito fofinhos e ainda fizeram piadinhas disso depois! ahahahaha
   
Na escola eu ainda não entendia nada que as pessoas falavam e isso me preocupava DEMAIS!!
Tudo eu pedia pros meus amigos Brasileiros me ajudarem.. Até o dia em que minha coordenadora conversou com minha amiga (Daniela Pfaffenseller) e pediu pra ela não traduzir mais nada pra mim, disse que se eu perguntasse era pra ela dizer que também não entendeu..
A Dani não me disse nada disso.. Até achei que ela não queria mais me ajudar e tal..
Mas sinceramente, depois desse dia que meu inglês começou a melhorar!!
Os brasileiros não traduziam mais nada, mas me ajudavam com as regras e quando eu falava errado eles corrigiam depois..
Eles foram demaaaais, sou eternamente grata a ajuda deles!!!
Me dava muita ansiedade pra saber quando e como eu ia falar inglês ou entender.. A nossa veterana (Larissa Diniz) sempre me acalmava com isso.. linda!!!!!
Comecei a ver séries, ver quase um filme por dia e escutar MUITA musica, tudo em inglês.. Isso me ajudou DEMAIS!!!


      Minha host family me levou pra conhecer o ''The Forks'' (é um parque que tem um rio e no inverno ele congela e vira uma pista de patinação) lindo demaaaais! Fui patinar pela primeira vez e tomei o tombo mais lindo da minha vida ahahhaa.. Nunca vou me esquecer disso!
   

Todo mundo me pergunta, ''E a saudade do Brasil?''.. Gente, sinceramente, eu não sentia muita não!
Acho que enquanto a gente ta lá o tempo voa e temos uma data marcada pra vir embora.. Eu focava muito em me divertir e aproveitar meu tempo lá, porque sabia que ia acabar!!
E graças a Deus foi isso que eu e meus amigos fizemos, preenchemos nosso tempo lá com infinitas histórias boas.. Saudades só de lá agora!
E no final, os ''apertos'' que passamos por lá, vira história e aprendizagem..
Eu e a brasileira que me ajudou no ônibus somos melhores amigas hoje em dia.. A mãe dela ficou tão agarrada com a gente que parece minha 2° host mom ahaha
E o mais lindo de tudo.. Quando cheguei no Brasil meu host dad me mandou uma mensagem no facebook dizendo que minha mãe de la disse pra ele que ela descobriu o quanto eu já estava sendo importante pra ela quando eu me perdi e ela teve que ir me buscar..
 Tem coisa melhor que escutar isso? ahahaha, lindos!!
     Resumindo, minha adaptação foi PERFEITA! Não poderia ser melhor :))
E toda 'dificuldade' que passamos por la se tornou mais um sonho realizado!
Próximo post eu vou falar sobre o jeito dos canadenses, e como foi meu 2° mês..

xoxo,G









3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Hey Giselle poderia me passar seu email por que eu queria muito tirar umas dúvidas

    ResponderExcluir